Ouvindo o Outro Lado

Por Jason Brennan* Ouvindo o Outro Lado,(1)Tradução livre. de Diana Mutz, é um dos meus livros favoritos sobre o comportamento político e está entre os livros mais influentes sobre o meu próprio desenvolvimento intelectual. É de fácil leitura, curto, e tem uma taxa muito alta de lampejos por página. É uma das obras que me… Continue lendo Ouvindo o Outro Lado

Notas   [ + ]

1. Tradução livre.

Como a genética está mudando o que entendemos por “raça”

Por David Reich* Em 1942, o antropólogo Ashley Montagu publicou "O Mito Mais Perigoso do Homem: A Falácia da Raça", um livro influente que defendia que a raça é um conceito social sem nenhuma base genética. Um exemplo clássico, frequentemente citado, é a definição inconsistente de "negro". Nos Estados Unidos, historicamente, uma pessoa é "negra"… Continue lendo Como a genética está mudando o que entendemos por “raça”

Camille Paglia responde à Revista Época sobre peça difamatória contra Jordan Peterson

De Paglia, declaração à Época (23/03/2018): Sobre as suas perguntas específicas: eu penso que é completamente absurdo chamar Jordan Peterson de "conservador" ou "direitista". Esse disparate é pura propaganda usada como uma arma por ideólogos inescrupulosos para tentar destruir pensadores independentes ou dissidentes que não seguem a "linha partidária". Peterson é um analista CULTURAL profundamente… Continue lendo Camille Paglia responde à Revista Época sobre peça difamatória contra Jordan Peterson

A política dos mascotes

Por Thomas Sowell* Anos atrás, quando Jack Greenberg saiu da arrecadação de fundos da defensoria legal da NAACP [Associação Nacional para o Progresso de Pessoas de Cor] para se tornar professor da Universidade Columbia, ele anunciou que faria questão de contratar uma pessoa negra como secretária na universidade. Isso, é claro, faria a pessoa que… Continue lendo A política dos mascotes

Educação: A Má Influência de Modismos Reformistas e do Ônibus Mágico

Por Joseph Heath, filósofo canadense* Parte do antirracionalismo que foi posto à solta durante os anos 1960 foi intencional, mas parte dele não foi. Talvez o melhor exemplo do segundo caso tenha sido o conjunto de ideias associado ao movimento de “educação progressista”. Embora muitas das doutrinas básicas remontem aos escritos de John Dewey do… Continue lendo Educação: A Má Influência de Modismos Reformistas e do Ônibus Mágico

Violência doméstica: o que dizem os estudos?

por David Benatar, diretor do Departamento de Filosofia da Universidade da Cidade do Cabo* Muitos estudos mostraram que as esposas usam de violência contra seus maridos ao menos tanto quanto os maridos usam de violência contra suas esposas.<fn>Para uma lista extensa de estudos veja Martin S. Fiebert, “References examining assaults by women on their spouses… Continue lendo Violência doméstica: o que dizem os estudos?

A verdadeira guerra à ciência

por John Tierney, colunista de ciência do New York Times* Meus amigos de esquerda(1)N. do T.: Nos EUA usa-se o termo "liberal" como sinônimo de esquerdista. Quem é no Brasil chamado de "liberal" está mais próximo de quem é chamado de "libertário" por lá. às vezes me perguntam por que não dedico mais do meu… Continue lendo A verdadeira guerra à ciência

Notas   [ + ]

1. N. do T.: Nos EUA usa-se o termo "liberal" como sinônimo de esquerdista. Quem é no Brasil chamado de "liberal" está mais próximo de quem é chamado de "libertário" por lá.

Estereótipos são precisos: um dos maiores e mais replicados resultados da psicologia social

Perspectivas psicológicas costumavam definir estereótipos como imprecisos, descrevendo-os como rígidos(1)Lippmann, W. (1922/1991).  Public opinion.  New Brunswick, NJ: Transaction Publishers., como racionalizações do preconceito(2)Jost, J. T., & Banaji, M. R. (1994).  The role of stereotyping in system‑justification and the production of false consciousness.  British Journal of Social Psychology, 33, 1‑27.<fn>LaPiere, R. T. (1936).  Type-rationalizations of group… Continue lendo Estereótipos são precisos: um dos maiores e mais replicados resultados da psicologia social

Notas   [ + ]

1. Lippmann, W. (1922/1991).  Public opinion.  New Brunswick, NJ: Transaction Publishers.
2. Jost, J. T., & Banaji, M. R. (1994).  The role of stereotyping in system‑justification and the production of false consciousness.  British Journal of Social Psychology, 33, 1‑27.

A “narrativa vitimista” ensinada nas escolas estimula ansiedade em mulheres jovens, alega acadêmica

A “narrativa vitimista” que ora se ensina nas escolas e universidades está estimulando a ansiedade em mulheres jovens, segundo defende uma acadêmica em seu novo livro. Doutrinas como o “sexismo de cada dia” e “cultura do estupro” têm efeito “debilitante” sobre a confiança das meninas, de acordo com a Dr.ª Joanna Williams, lente em educação… Continue lendo A “narrativa vitimista” ensinada nas escolas estimula ansiedade em mulheres jovens, alega acadêmica

Negros e latinos são mais contrários que brancos a socar nazistas para silenciá-los, diz nova pesquisa nos EUA

Você diria que as pessoas devem ter direito de expressar opiniões impopulares em público, mesmo aquelas que são profundamente ofensivas para outras pessoas; ou que o governo deve impedir as pessoas de emitirem discurso de ódio contra certos grupos em público? Essa foi a primeira pergunta de uma longa lista numa pesquisa sobre a liberdade… Continue lendo Negros e latinos são mais contrários que brancos a socar nazistas para silenciá-los, diz nova pesquisa nos EUA